Como funciona uma empresa de supermercado?

Como funciona uma empresa de supermercado

Como funciona um supermercado?

Os supermercados são empresas rentáveis, que oferecem um serviço básico em qualquer sociedade: alimentação. Mas, você como funciona uma empresa dessas?

Para muitos empreendedores, abrir um supermercado, mesmo que mesmo seja uma pequena mercearia, parece um complexo.

E esse um dos ramos mais promissores para empreender. Apenas ano de 2020, o setor teve um crescimento real de 5,63%, conforme informa a Associação Brasileira de Supermercados – Abras.

A verdade que é ser proprietário de uma empresa de supermercado tem as suas particularidades.

É sobre isso que eu vou falar com você hoje. Vou apresentar os principais aspectos dos supermercados, para você entender como funciona uma empresa dessas na prática.

Acompanhe.

Como é classificado um supermercado?

Um Supermercado é um estabelecimento do ramo alimentar, mas que pode vender muitos outros produtos, como higiene e limpeza, artigos para o lar e até roupas.

Tudo depende da envergadura do estabelecimento. Pois, existem:

  1. Hipermercados;
  2. Supermercados;
  3. Minimercados;
  4. Mercearias e armazéns.

Além disso, há os supermercados além do varejo, atuam no ramo de atacado, como a conhecida rede Atacadão, que pertence ao grupo Carrefour.

Portanto, ao começar o seu negócio de supermercado primeiro você precisa definir qual será a envergadura do estabelecimento.

Mas, o que muda com o tamanho do estabelecimento?

Os produtos que você vai vender dependem muito da envergadura do seu negócio. Por exemplo, uma mercearia vende poucos itens, normalmente para quem precisa de uma compra emergencial.

Ou ainda, para quem só quer repor produtos não perecíveis, ou enlatados, no estoque pessoal de casa.

Já um minimercado pode contar maior variedade, podendo oferecer até carnes e verduras. Mas, é preciso contar com uma logística diferente para outros perecíveis, e ter a estrutura necessária para um açougue interno.

Já o Supermercado tem uma dimensão mais ampla, enquanto que os hipermercados vendem até roupas e acessórios para seus clientes.

O que fazer para abrir um supermercado?

Depois de escolher o tamanho do seu estabelecimento, estruture as sessões de vendas. Normalmente isso é feito classificando os produtos em:

  • Higiene e limpeza;
  • Carnes e embutidos;
  • Bebidas e sucos;
  • Produtos frios;
  • Frutas, verduras e legumes;
  • Alimentação em geral (arroz, feijão, farinha e outros).

E quando houver:

  • Artigos de papelaria;
  • Produtos para animais de estimação (razão);
  • Utilidades domésticas.

Isso vai permitir a você definir tudo que será vendido no estabelecimento. O mais aconselhado e dispor tudo numa planilha, junto aos dados dos possíveis fornecedores de cada item.

Você também vai precisar de uma área para o armazém de estoque, uma área para seu escritório, banheiros e, em alguns casos, um vestiário para seus funcionários.

Como funciona um supermercado: não esqueça a burocracia e a contabilidade

Como se trata de um estabelecimento comercial do ramo alimentar, você vai precisar cumprir várias exigências sanitárias.

As questões envolvem principalmente o manejo e o armazenamento dos alimentos, mas também a segurança de produtos químicos, entre outras.

Essas normas são muito importantes, e podem impedir a abertura do seu estabelecimento, e até interditá-lo depois, caso não sejam respeitadas.

Fora isso, também é necessário providenciar o registro da sua empresa em órgãos como:

  • Prefeitura municipal;
  • Associação comercial da cidade;
  • Previdência social;
  • Secretaria da fazenda do seu estado;
  • Sindicato da categoria;
  • Caixa Econômica Federal (para o FGTS, INSS e outros encargos).

E além de tudo isso, você precisa cumprir as disposições do Código de Defesa do Consumidor.

A melhor estratégia aqui é contratar um contador. Pois, são muitas normas e procedimentos legais a serem observados. \

Um bom profissional de contabilidade vai garantir que a parte legal, e indispensável para abrir seu supermercado, saia do papel.

Dicas finais

Não se esqueça que você vai precisar de uma equipe que inclua atendentes de caixa, um açougueiro, um padeiro e até outros funcionários. Tudo depende do tamanho que o seu negócio terá.

Portanto, inclua no seu planejamento os encargos com seus futuros funcionários, incluindo salários e requisitos profissionais.

Isso vai facilitar a contratação e deixar o orçamento do seu projeto em dia.

Gostou das dicas? Deixe a sua opinião nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *